Textos sobre Educação

Ensino da matemática deve ser estimulado na primeira infância

As dificuldades em matemática são relativamente comuns nas crianças em idade escolar. Quase uma criança em dez receberá um diagnóstico de distúrbio de aprendizado relativo à matemática ao longo de sua escolaridade. Uma forma de tentar evitar um atraso da criança em relação à disciplina, é estimular, desde cedo, seu contato com números e operações.

O aprendizado precoce da matemática pode e deve fazer parte integrante das atividades diárias das crianças. O estímulo às habilidades numéricas na primeira infância ajuda na aquisição de conhecimentos em matemática na escola. A partir dos seis meses, por exemplo, os bebês já são capazes de perceber a diferença entre pequenos conjuntos de elementos com quantidades diferentes. Aos três anos, compreendem o processo de adição e de subtração.

Para expor as crianças pequenas ao ensino da matemática e estimular o desenvolvimento das habilidades numéricas de seus filhos, confira algumas dicas:

-  As experiências de aprendizado devem ser prazerosas e apropriadas ao desenvolvimento, para que as crianças continuem praticando essas atividades e não fiquem desestimuladas;

- Invista em jogos de tabuleiro e outras atividades envolvendo experiências com números;

- Materiais como cubos, quebra-cabeças e formas também são estímulos válidos;

- Pais e professores devem oferecer momentos educativos espontâneos, onde incentivam a criança a pensar em números e falar deles;

- Números podem ser introduzidos em várias áreas, incluindo as brincadeiras (jogos de dados), a arte (desenhar certa quantidade de estrelinhas) e a música (manter um ritmo de duas ou três batidas).

Fonte: Blog EBC

Compartilhe

Comentários